Explorando os Limites de Antiferromagnetism em um Material de Nanostructured

Published on October 9, 2009 at 6:26 PM

Os Pesquisadores nos Materiais + nos Dispositivos Eletrônicos + Magnéticos Agrupam (o Laboratório Nacional de Argonne) e em di de Politecnico Milão em Itália explorou os limites de antiferromagnetism em um material nanostructured pela primeira vez, medindo a temperatura exigida para apoiar o pedido antiferromagnético em monolayers atômicos do manganês no tungstênio enquanto as dimensões das estruturas são reduzidas.

Diagrama Esquemático (Superior) da estrutura da rotação do monolayer do Manganês em W (110) (estrutura da repetição 6-nm). (a) Topografia e (b) condutibilidade diferencial em 40 dados topográficos De alta resolução do K. (Inserir) tomados com uma ponta rotação-sensível; o contraste da listra é relacionado ao grau de pedido antiferromagnético.

Quando estes limites forem compreendidos bem em materiais ferromagnetic, os materiais antiferromagnéticos - onde cancelamento vizinho dos momentos magnéticos um pouco do que adicionam junto - provaram mais desafiante desembaraçar.

Este estudo explora as propriedades originais de espirais da rotação do manganês no tungstênio para correlacionar técnicas rotação-sensíveis da microscopia da escavação de um túnel da exploração na escala atômica com as assinaturas eletrônicas, mostrando que a temperatura pedindo para a estrutura antiferromagnética depende ambos de seu tamanho e de sua orientação no que diz respeito à estrutura de cristal.

Tais investigações ajudarão a guiar a maneira às plataformas da próxima geração para o armazenamento de dados da ultra-alto-densidade e à novela que detecta capacidades.

Mais informação: Paolo Sessi, Nathan P. Guisinger, Jeffrey R. Convidado, e Matthias Prognosticado, Phys. Rev. Lett. (na imprensa)

Last Update: 3. June 2015 12:03

Tell Us What You Think

Do you have a review, update or anything you would like to add to this news story?

Leave your feedback
Submit