Nanomaterials - Fixando o Futuro com Lições do Passado

Dr. Richard J. Lee, CEO, Grupo Inc do Lee de RJ
Autor Correspondente: info@rjlg.com

A Nanotecnologia veio simbolizar a Revolução Industrial seguinte em América. As oportunidades de reduzir a escala dos produtos, de fazer o isqueiro dos materiais e mais forte, e de projectar as máquinas que executam funções úteis no micrômetro e na escala menor parecem infinitas. Contudo, a revelação destes materiais não é sem risco potencial ao produtor, a seus empregados, ao consumidor, ou ao ambiente. Aproveitando-se lições instruídas no passado, a indústria da nanotecnologia pode alcançar sua capacidade plena e suportar ambientes seguros ao mesmo tempo.

A Nanotecnologia veio simbolizar a Revolução Industrial seguinte em América. As oportunidades de reduzir a escala dos produtos, de fazer o isqueiro dos materiais e mais forte, e de projectar as máquinas que executam funções úteis no micrômetro e na escala menor parecem infinitas. Contudo, a revelação destes materiais não é sem risco potencial ao produtor, a seus empregados, ao consumidor, ou ao ambiente. Aproveitando-se lições instruídas no passado, a indústria da nanotecnologia pode alcançar sua capacidade plena e suportar ambientes seguros ao mesmo tempo.

A Edição

Há uma falta da informação nas implicações ambientais e toxicological de nanoparticles projetados. Dos artigos par-revistos em relação à nanotecnologia e às suas aplicações que foram publicados nos últimos cinco anos, somente em um foco do número limitado em Ambiental, na Segurança e nos Problemas de saúde. As Agências governamentais, tais como o Instituto Nacional dos Padrões (NIST) e dos laboratórios Nacionais, e os corporaçõs principais estão desenvolvendo programas de investigação para endereçar a disposição de produção, de utilização, e de eliminação das edições dos nanomaterials e dos produtos que contêm nanomaterials. Contudo muito de nosso conhecimento é considerado actualmente como a informação preliminar ainda durante a investigação completa.

Mais importante ainda, como discutido em uma oficina recente da nanotecnologia guardarada por RJLG, os representantes de muitas organizações e os profissionais acreditam que há um vácuo enorme em compreender os perigos potenciais dos nanoparticulates, assim como a amostra, a análise, a avaliação de risco e as estratégias correctas do controle.

A Necessidade

Quando as estratégias existentes puderem formar a base para a tomada de decisão informado, uma quantidade significativa de investigação e desenvolvimento será necessário determinar o significado da liberação dos nanoparticles no ambiente, e determinar os riscos aos seres humanos, aos animais, e ao ecossistema. A amostra e os métodos analíticos de ontem terão ou necessidade de ser estendido às partículas 100 vezes menor do que nós analisamos rotineiramente hoje, e sejamos comparados com os resultados de in vitro e in vivo experiências, e os resultados epidemiológicos mais a longo prazo.

A História

Dentro dos 30 anos passados, houve uns avanços numerosos nas ciências da caracterização para relativo à partícula ínfima naturais e incidente nano-feitos sob medida assim como tecnologias para trabalhadores de protecção e o ambiente ao trabalhar em torno destas substâncias. Os Exemplos de alguns tipos de nanoparticles naturais e antropogénicos incluem cobrem, emanações de soldadura e asbesto.

O conhecimento ganhado do trabalho com estes materiais deve ser considerado e aplicado ao reconhecimento, avaliando e riscos do abrandamento ao tratar os nanoparticles projetados. Com o uso de ferramentas existentes da medida, projetando controles, práticas seguras do trabalho/gestão, avanços em projectos de produto, e equipamento de protecção pessoal, nós podemos abrandar os riscos de trabalho com nanoparticles naturais e incidentais.

As Paralelas

O mineral do asbesto tem diversas propriedades originais incluir os subcomponents nano-feitos sob medida que fazem comparável a muitos dos nanoparticles que estão sendo trabalhados com hoje. É uma substância que tome o país pela tempestade nos anos 40 e nos anos 50, porque ofereceu ao mundo a oportunidade de melhorar uma variedade de produtos e processos.

Devido a sua estabilidade térmica, a força, a flexibilidade, e à facilidade com que poderia ser incorporada em produtos, asbesto foi usado em uma variedade de aplicações. Os Excelentes exemplos incluem: umas estruturas mais altas poderiam ser construídas porque o asbesto permitido um peso mais claro que torna, filtragem líquida foi melhorado significativamente; suas força e flexibilidade permitiram que fosse usado para reforçar as tubulações do cimento, e os freios poderiam ser manufacturados com vida mais longa. Os Navios foram isolados para reduzir a propagação do incêndio em operações de combate e os cabos elétricos foram produzidos com maior flexibilidade e melhor isolação do que previamente possíveis.

Em termos de hoje, na adopção difundida do asbesto que contêm milhões indubitàvelmente salvar dos produtos de vidas, e em biliões de dólares melhorando materiais do incêndio-retardador, reduzindo o custo da fabricação, e expandindo nossa capacidade para projectar e fabricar produtos novos.

Como nós aprendemos no retrospecto, o asbesto que contem materiais tem o potencial liberar as fibrilas finas que podem penetrar profundamente nos pulmões quando inaladas e interrompem os mecanismos de defesa normais da poeira do corpo. Em conseqüência, o asbesto é reconhecido como um perigo potencial para a saúde para as pessoas expor às suficientes quantidades por um período de tempo suficientemente longo.

Na altura da entrada dos asbesto na fabricação comum, as técnicas exigidas avaliar exposições e avaliar o significado daquelas exposições estavam nao disponíveis ou estavam na infância de sua criação. Hoje, nós podemos medir e controlar exposições do asbesto, mas seu uso já tem sido restringido ou eliminado de muitas indústrias.

A Oportunidade

Dado a experiência, os métodos da pesquisa, os instrumentos analíticos, as estratégias do controle, e as técnicas de avaliação do risco desenvolvidas no último meio-século, nos cientistas, nas entidades regulares, e nos gerentes estão em uma posição para minimizar a maioria das edições retrospectivas do processo que ocorreram asbesto relativo a, emanações de soldadura, e outras substâncias com partículas ou materiais nano-feitos sob medida. Em contraste com aquelas eras, hoje nós temos as tecnologias da medida e da avaliação a usar-se como os indicadores que podem ser aplicados para estudar a liberação de nanoparticles projetados no lugar do ambiente ou de trabalho.

O Papel do Grupo do Lee de RJ

O Grupo do Lee de RJ é comprometido a desenvolver a experiência necessária apoiar no futuro nossa clientela. Nossa área de especialização do núcleo, microscopia, jogará um papel integral em ambos os pontos chave das indústrias da nanotecnologia: caracterização de materiais e saúde ambiental e segurança. O Grupo do Lee de RJ fez investimentos significativos na instrumentação exigida para contratar com sucesso na revelação destas arenas.

O Grupo do Lee de RJ está aproveitando-se de sua experiência nas questões meio-ambientais, e na avaliação de emissões de partícula ínfima para fornecer a orientação aos clientes em como reconhecer e endereçar interesses potenciais. O Grupo do Lee de RJ está investigando activamente métodos para determinar o tamanho, a forma, e a composição dos nanoparticles, e desenvolver técnicas analíticas para a análise rápida e segura de sua abundância no ar, na água, e nas outras matrizes.

Nossos cientistas estão colaborando com os fabricantes do instrumento, o estado e agências federais, laboratórios nacionais, e produtores para identificar necessidades da pesquisa. O Grupo do Lee de RJ está adaptando os procedimentos e os processos usados para criar “uso-encenações” para materiais tais como o asbesto ou a outra partícula liberam-se para simular exposições aos nanoparticles durante a fabricação e o uso antecipado.

As estratégias empregadas para nanoparticles e asbesto são essencialmente as mesmas; a diferença é que a instrumentação está disponível para permitir nós com sucesso avaliem e caracterizem nanoparticles quando nós tivemos que esperar décadas pelos avanços tecnológicos que permitiram que nós contratassem similarmente na arena do asbesto. Com nossa experiência no asbesto, o trabalho que da nanotecnologia nós estamos fazendo agora, e a revelação de continuação de nossos peritos, Grupo do Lee de RJ permanecerá a empresa da escolha para a caracterização e a resolução de problemas de materiais da nano-escala.

Source: “Nanomaterials: Fixando o Futuro com Lições do Passado” por Richard J. Lee

Reprodução com autorização do Grupo do Lee de RJ.

Date Added: Nov 15, 2009 | Updated: Jun 11, 2013

Last Update: 13. June 2013 23:36

Tell Us What You Think

Do you have a review, update or anything you would like to add to this article?

Leave your feedback
Submit