Posted in | Microscopy | Graphene

O Método Universal a Eficientemente Mede a Espessura de Graphene Usando o Microscópio Óptico

Published on November 16, 2012 at 5:02 AM

As propriedades notáveis e as aplicações subseqüentes do graphene foram bem documentados desde que foi isolado primeiramente em 2004; contudo, os pesquisadores ainda estão tentando encontrar um rápido, barato e a maneira eficaz de medir sua espessura.

Um grupo de pesquisadores de China parece ter resolvido este problema planejando um método universal usando apenas um microscópio óptico padrão.

Em um estudo publicado hoje, o 16 de novembro de 2012, na Nanotecnologia de Publicação do jornal do PROCESSADOR DE ENTRADA/SAÍDA, mostraram que a espessura do graphene, junto com um anfitrião de outros materiais bidimensionais, pode ser obtida medindo os componentes vermelhos, verdes e azuis da luz enquanto são reflectidos da superfície de material.

O estudo mostra que o contraste de valores vermelhos, verdes e azuis entre a carcaça em que a amostra é colocada e a amostra própria aumenta com a espessura da amostra.

O método é rápido, operado facilmente e não exige nenhum equipamento caro.

Os pesquisadores, do Instituto de Tecnologia de Harbin em Weihai e na Universidade Do Sudeste, acreditam que esta é uma contribuição significativa para a pesquisa fundamental e as aplicações potenciais dos materiais, tais como o graphene, tanto como de suas propriedades notáveis são dependentes na espessura do material própria.

“No passado, métodos para identificar a espessura de materiais bidimensionais foram muito caro e tiveram uma produção lenta. Nossa técnica combina um microscópio comum com um bit simples do software, fazendo lhe um muito rápido, barato e a maneira eficaz de medir a espessura,” disse o co-autor do Professor Zhenhua Ni do estudo.

Os pesquisadores testaram seu método examinando o graphene mecanicamente exfoliated, o óxido do graphene, o graphene nitrogênio-lubrificado e o bissulfeto do molybdenuym, que atraíram grande de interesse devido a suas propriedades elétricas, mecânicas, térmicas e ópticas da intriga.

Um microscópio óptico padrão foi usado para obter imagens ópticas das amostras e um programa de software chamado Matlab foi usado para ler os valores vermelhos, verdes e azuis em cada pixel da imagem óptica.

A espectroscopia de Raman e a microscopia atômica da força foram usadas para confirmar medidas da espessura dos pesquisadores'.

Source: http://www.iop.org

Last Update: 16. November 2012 09:28

Tell Us What You Think

Do you have a review, update or anything you would like to add to this news story?

Leave your feedback
Submit